quarta-feira, 16 de abril de 2014

Once upon a time

Voyeur ....
Nunca foi algo que explorasse , até te ver a sombra , até ver o contorno desse corpo, até te colocares estrategicamente, para brincares com o meu olhar, despojando os teus olhos sedutores  sobre sobre mim, provocando ao limite até me levares a expor-me perante o desconhecido , tu o verdadeiro desconhecido que tenhosamente aguça o pior dos meus pecados , a curiosidade .
Já tinha observado a primeira , a segunda , até saber já de cor a que horas te colocavas , a jeito para me provocares do outro lado da janela , a primeira confidência que me revelaste sobre ti  deixou-me ...

                                                             

os sentidos alerta , quem eras ? O que me mostravas uma mama , um bico desejoso de ser chupado, lambido , repuxado convidava-me do outro lado do vidro , olhavas-me com os lábios entreabertos como quem convida com sede "vemmmm" 

                                                              

sorrias do outro lado do vidro com um sorriso que me despertava , o aflorar de algo que surgia entre as minhas pernas , hummm era um ardor delicioso .
Minha cabra , pensava eu , és um tesão e sabes o que me provocas.
Encostavas-te ao vidro e abrias as pernas e introduzias a mão nas tuas cuecas e fazias uma cara de puro gozo , como se entre as tuas pernas estivesse o sitio mais quente do mundo 


só o teu acto de prazer , fazia as minhas vontades voarem, os meus pensamentos aglomeravam-se , um desejo enorme , de sentir o teu , sabor , o teu mel a escorrer na minha boca , lamber ao pormenor tudo o que á para lamber e tocar 


enlouquecia só de pensar em ouvir os teus gemidos de prazer, prazer esse dado por mim , sentir o teu corpo enrolado no meu , tocar as formas do teu corpo , entesar-te cada musculo do teu corpo, tapar a tua boca com os meus lábios , com o beijo mais perfeito e intenso , para que jamais te saísse da mente 


eras intensa, querias mais , pedias mais , e claro que eu te daria mais , até enlouqueceres na minha boca 


Mas hoje ...hoje não era esse dia , para que possa provar o verdadeiro sabor da liberdade .
Enquanto isso , rebolo entre os meus lençóis enquanto vejo a tua sombra a mirares o meu quarto


eu vejo-te , pelo canto do olho , mas hoje.... hoje ....
Volto-me para o outro lado ....



" I had not one gueisha me forevermore "




14 comentários :

  1. Diabo, que tenho andado por fora e tenho perdido este belo recanto de luxúria e prazer...
    É sempre um desatino passar por aqui e perder-me em doces tentações.

    (e o que eu gosto pelo outro lado) ;)

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Olá

      Explorar uma mulher num , todo é de facto algo muito bom :)

      Bj Completo

      Eliminar
  3. a minha costela Voyeur agradece este teu canto

    muito bom!!!

    beijos melados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos Voyeur , têm um lado bom ;)

      Vai aparecendo

      Bj Completo

      Eliminar
  4. As mulheres têm destas coisas , e gostam de ter este efeito ;)

    Bj Completo

    ResponderEliminar
  5. Eu, voyeur me confesso. E é tão bom.......
    Só tenho pena de o andar a praticar pouco!

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Pratica mais, faz bem aos olhos ;)

    Bj Completo

    ResponderEliminar
  7. Gosto da maneira como encadeias o que escreves com as imagens. No fundo todos nós somos voyeures, quer queiramos admitir ou não. :)

    Kiss

    ResponderEliminar
  8. Fiquei toda cheia de vontade!!!

    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderEliminar