quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Never ... Never Enough

Nada melhor do que chegar a casa , no melhor dia da semana, sexta feira , e apesar de estar de rastos , encontrava-me realizada e satisfeita porque tinha conseguido colocar dois projectos em andamento para a minha empresa.  Apesar de ter passado a semana a dormir pouco mais que quatro horas, e das refeições serem escassas e fora de horas, estava quase morta mas orgulhosa e satisfeita.Durante toda a semana, apesar de andar com os pensamentos a mil com os projectos, e andar completamente eléctrica,  o meu pensamento não deixava de pairar nele. Pensava na ultima vez em que tínhamos estado juntos, e durante duas semanas não mais nos vimos. Simplesmente tinha recebido alguns sms´s onde gracejávamos , e terminavam sempre com a vontade que tínhamos de nos foder. A minha cabeça rodopiava com estas conversas. Lembrava -me do  ultimo dia em que me tinha fodido e quase salivava. No meio da azafama do trabalho, quando me vinham à memória,  pensamentos daquele momento, só 


me apetecia gemer deprazer. Todos os ínfimos momentos de prazer, até somente aqueles que começaram com um acto de carinho, em que me puxava para o seu ombro, e conversávamos enquanto lhe fazia festas na barriga, e ele confessava as suas vontades em relação a mim. Falava de como tinha corrido o dia , os actos de carinho para esta pessoa , são um pouco diferentes de todos os actos conhecidos pelos seres humanos, uma das vezes em que não nos aguentamos até chegar a casa, ficamos logo pelo carro, sem sequer passar para a parte de trás do carro , beijamo-nos intensamente , e desapertei-lhe o cinto , rapidamente anciava te-lo na minha 
boca dar-lhe prazer , ao fazer-lho deitei-me sobre as mudanças do carro e fi-lo ,enquanto ele tinha a sua mão no interior das minhas calças e cuecas , passava-me os dedos pelo clitoris , e depois passou a enfia-lo no rabo e disse :  -realmente existe algo de esquisito entre nós , não percebo esta entrega tanto da tua parte como da minha , tu ficas logo tão húmida , toda dilatada , não achas que existe algo estranho entre os nossos corpos ?Aquela pergunta ficou-me na mente durante uns tempos , era uma pessoa , que não revelava muito de si, eram coisas que lhe saiam da boca muitas vezes , não expunha sentimentos .Estava eu deitada no sofá perdida nestes pensamentos , e a lembrar-me que a ultima sms recebida , tinha sido na madrugada anterior , estava perdida no sono tipo uma pedra quando o telemovel zumbiu , era uma sms dele que dizia :-Dava-te uma foda que.... Tinha voltado a fechar os olhos estava muito cansada mas ... hoje durante o dia aquilo fervilhava-me na mente , agora enquanto relaxava no sofá pensava que queria procura-lo queria convida-lo para vir cá a casa tomar um café , e se assim pensei melhor o fiz, peguei no telemóvel e enviei-lhe sms : - Olá como está , estaria interessado em tomar um café em minha casa e pormos a conversa em dia ? BjA resposta chegou com um : - Depois do jantar passo ai .pensei, em descansar um pouco estava cansada , coloquei o despertador e afundei-me no sofá , 

acabei por adormecer , deu para me sentir ainda mais cansada , fui tomar um banho para estar com outro alento para não parecer uma morta viva ,escolhi uma lingerie bonita , e vesti um vestido simples leve , ia ficar por casa mesmo , tocaram a porta , fui abrir era ele .Cumprimenta-mo-nos com dois beijos muitos chegados a boca , os seus olhos percorreram o meu corpo , como se reparasse em todos os pormenores , perguntei se queria um café , disse que sim, fui buscar enquanto já estava sentado no sofá , sentia os seus olhos nas minhas costas a percorrer cada centimentro , só de saber desconjuntava-me deixava-me nervosa .Começamos por beber o café e falarmos do trabalho de cada , um .Ele era advogado numa empresa de renome , em Lisboa dizia sempre que a profissão o tinha escolhido a ele , gostava de apelar e defender a verdade , o problema é que nem sempre era assim.Enquanto falava comecei a reparar que os seus olhos se fixavam no meus , por períodos mais longos ,o que me deixava sem jeito nenhum, sorria mais que o normal, levantou-se e veio ter comigo ao meu sofá e sentou-se ao meu lado , estava com umas calças de ganga com um corte diferente , uma t-shirt e um casaco desportivo azul escuro forte e um cachecol  , começou a acariciar-me a cara e pediu para eu não me mexer , como era possível não me mexer, era puro sofrimento.Beijou-me lentamente o pescoço como se o abocanha-se , provocando-me arrepios intensos pelo corpo todo, desviou o cabelo da orelha e lambeu-a chupando-a muito devagar , pôs-se de joelhos no chão e levantou as minhas pernas para a sua cintura , pegou com as duas mãos na minha cara e deu-me um beijo intenso , senti o meu mel escorrer lentamente ,tirou lentamente o vestido beijando lentamente os ombros , de seguida pegou numa mama e degustou-a dando uma leve mordidela no mamilo que me fez soltar um gemido, beijei a sua boca mais uma vez um beijo arrebatador e sôfrego, pegando em mim ao colo , sentou-me na bancada da cozinha enquanto me retirava o soutien  e me olhava sorrindo, parecendo-me o sorriso mais sensual ultimamente visto,recostei-me para trás e começou a beijar-me a barriga , dirigindo-se para o umbigo, aonde tenho um piercing que começou a puxar ao de leve com os dentes , passando a sua língua em cada uma das minhas verilhas , fazendo-me soltar mais 2 gemidos e um espasmo que me fez arrepiar o corpo .Começou a puxar as cuecas com os dentes acabando por me as tirar , como ja não aguentava mais empurrei-o e desci para o chão , pus-me de coqueras e com as mãos comecei a apalpar-lhe o pau e passar-le com a língua , ele pegou na ponta do meu queixo e levantou-o dizendo :-Chega aqui para a Luz quero olhar-te .


Comecei a colocar o seu pau na minha boca bem até ao final , enquanto ouvia um gemer baixinho , enquanto as lambia ia friccionando com a mâo o pau , ele continuava a gemer baixinho e dizia :-ooooohhhh que bom !!Deu-me um puxão para cima , e pegou me na cintura , tirando o resto da roupa e deitou-me na bancada e senti o seu pau entrar em mim duro Dei um gemido profundo, ia sentindo-o entrando e saindo num movimento louco , que cada vez me provocava mais espasmos, olhava na sua cara e via-o cm os olhos muito abertos a olhar nos meus enquanto mordia os lábios duma forma provocadora



 , segurava nas minhas ancas e debruçando-se para a frente começou a lamber-me as mamas enquanto enquanto me dizia ao ouvido:- És deliciosa , a tua energia só me faz querer –te cada vez mais .Num impulso virei-me e deitei-o na bancada , montei-o e continuava bem duro , e ai foi a minha vez de me mexer como se dançasse endoidecida , com o prazer sentido , só ouvia dizeres :- Sua doida . Enquanto gemias mais alto que o normal , a energia centrada no meu ventre para a explosão de prazer estava pronta e assim se misturaram os nossos líquidos gerados do melhor que há , tesão de dois corpos , que se desejam mutuamente sem conseguirem perceber a razão.                                                                                   
Fiquei deitada em cima dele enquanto nos recuperávamos ,  ele passava ao de leve os dedos pelas minhas costas e  pelo rabo , enquanto me ia arrepiando .Levantou-se e questionou se podia tomar um banho para relaxar e eu respondi afirmativamente e ele lá se dirigiu para a casa de banho , enquanto eu fiquei especada na ombreira da porta do quarto aonde ia buscar uma toalha de banho , e mirava o seu corpo , seco marcado mas magro , desejável logo ao primeiro olhar , pensava “ Meu Deus este homem parece um  íman” e lá fui buscar as toalhas sim as toalhas porque algo acabara de passar pela minha cabeça, ele não iria tomar banho sozinho , queria passar gel de banho por todas aquelas linhas , ele tinha uma particularidade , que eu achava um mimo, tinha um piercing no mamilo esquerdo .Ele estava super descontraído dentro da banheira , debaixo do chuveiro , a agua batia-lhe no cabelo preto encharcando-o , estava de olhos fechados , tinha as sobrancelhas negras e umas pestanas enormes e a cor dos olhos era de um castanho escuro sem definição , abri a cortina e ele sorriu e disse:- Olha quem está aqui . Com um sorriso e puxou-me para dentro da banheira , os nossos corpos entrelaçaram-se um no outro juntamente com agua quente , e fui dominada logo por um beijo , que me deixou logo acesa , encostou-me a parede da banheira , e beijou –me as mamas , e rapidamente desceu para a minha cona que ansiava a boca dele e a língua , levantei a perna para a borda da banheira e comecei a gemer , descompassadamente , enquanto ele me continuava a sugar o clitóris ao ponto de sentir o meu mel a escorrer devagar misturando-se com a agua na sua boca , enquanto me agarrava no rabo e colocava lá o dedo , o que fazia com que eu perdesse as forças nas pernas de tanto prazer , e começasse a roçar as costas nos azulejos da banheira enquanto gritava , MAIS e largava o meu liquido na sua boca .                                                                                   
                                                                    Olhou para mim , e sorriu dizendo : Que menina tão tesuda :Pegou-me na face com as duas mãos e encheu-me de beijos  , a minha libido estava no ponto máximo , decidi pegar no gel de duche e e começar a lava-lo , espalhei delicadamente o gel fazendo espuma , no seu corpo , ia massajando o pau , que rapidamente foi endurecendo na minha mão enquanto , começou a soltar pequenos gemidos , abraçando-me e colocando as suas duas mãos nas minhas costas .                                                                                                  


Após se ter passado por agua , puxou me para fora da banheira , escorríamos agua  , mas o pau continuava duro , os seus olhos olhavam nos meus , como se falassem o desejo que lhe percorria pelo corpo , como se replicasse a vontade de me voltar a possuir , sentia as minhas pernas a tremerem de tesão .Deitou-se no chão e pediu que me senta-se nele , como estava bom, como estava duro ,mal me tinha mexido e já me pedia :- Dança para mim , faz-me vir .Mexi-me a todo sabor , lentamente para senti-lo todo , cada vez  aumentava mais os gemidos , os seus sons entravam na minha cabeça e produziam adrenalina no meu corpo , pronto a explodir de tão quente que estava , enquanto isso começou a implorar :- Fode-me ...Fode-me ...mais rápido .E num grito comum voltamos a misturar-nos , e por fim a acalmar-nos mutuamente , o nossos corpos quando nos deitamos lado a lado parecia que a electricidade , ainda percorria o corpo .Levantei-me e depositei-lhe um beijo leve na boca e dirigi-me para a banheira , com um sorriso nos lábios.


Never Enough 



32 comentários :

  1. E há mesmo momentos assim, em que por mais que tentemos, não é possível parar ;)

    Beijossssss no meu outro Eu guloso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para ser possível a paragem tem que se querer e não me parece que alguém estivesse com vontade.


      Bj completo na minha outra metade

      Eliminar
  2. Até me custou a ler, de tanta luxúria para aqui espalhada! Um doce para a minha gula! :P

    Beijo d'(Ela)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha doce Ela ♥ e um banho saciava a tua gula ?

      Bj completo n'Ela

      Eliminar
  3. Uffffff...
    Cansado!
    Mas consolado...

    (acho que senti uma pontinha de inveja, fica mal?)

    Beijo grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem concerteza mal nenhum lion star .

      Bj Completo

      Eliminar
  4. A semente está plantada, é preciso regá-la com carinho para que cresça mais ainda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai crescer sem duvida , e eu sou suficientemente carinhosa , eu abraço causas sem desistir

      Bj Completo my Skin

      Eliminar
  5. Excelente conto..ou não,hehehehe,uma delicia de leitura :)

    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Come to read much more and more about pleasure .

      Bj completo

      Eliminar
  6. E saciaste tudo? ;) Contigo é preciso...resistência.

    ResponderEliminar
  7. Ja pensaste ...que posso nunca me saciar na totalidade para poder repetir mais e mais ?
    Temos essa resistência por ai ?

    bj completo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim temos.. Sacias sempre. Podes é mais tarde voltar a ter fome lol ;)
      Bisou

      Eliminar
  8. A primeira foto... humm... tem um forte efeito sobre mim. Gosto!

    ResponderEliminar
  9. ainda bem que confere o teu gosto :)

    As tuas imagens , também são muito boas ;)

    Bj Completo

    ResponderEliminar
  10. Há coisas tão boas que nunca são demais e é uma pena que tenham de acabar ou ser interrompidas. É nesses casos que uma pessoa pede bis uma e outra vez.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ás vezes , aguardar para proxima não é mau PM , é mais intenso e a vontade é maior ;)

      Bj Completo

      Eliminar
    2. Não sei se concordo, sou um tipo um bocado guloso :P

      Beijos

      Eliminar
  11. hummmmm... estes teus textos deixam[me] com uma vontade de ....

    bj doce

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As vontades são sempre boas ,depende da vontade de .....

      :)

      Bj Completo

      Eliminar
  12. Está uma pessoa sossegadinha e chega-se aqui e fico sem fôlego ... pura luxúria!!!
    Vontades que por mais que sejam satisfeitas nunca estão saciadas ...
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. O meu espaço gosta de te deixar sem fôlego :)
    Serão sempre vontades jamais satisfeitas e sempre para repetir.

    Bj Completo

    ResponderEliminar
  14. Consegui chegar aqui mas não aguentei. Teve que ser...

    Até amanhã

    ResponderEliminar
  15. Agora "catch you" não precisei pensar muito :) gostei da tua partilha e gostei que tivesse acontecido :)

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu comecei a ler do início do blog. Chegar aqui foi o meu limite. Em bom atenção!

      Eliminar